Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caderno Diário

Escrever é algo que me apraz. Ante a minha vontade de criar, muitas vezes me falta tempo. Aqui passo da vontade à prática. Este é um caderno onde escrevo sobre a minha vida pessoal e temas da atualidade que me fazem refletir.

Caderno Diário

Escrever é algo que me apraz. Ante a minha vontade de criar, muitas vezes me falta tempo. Aqui passo da vontade à prática. Este é um caderno onde escrevo sobre a minha vida pessoal e temas da atualidade que me fazem refletir.

03
Set22

Setembro

Sempre amei setembro. Era apenas o mês do meu aniversário e de ir comprar os materiais para a escola. E eu adorava o regresso à escola! Sabia que normalmente no dia dos meus anos, havia uma mochila ou um estojo novo, ofereciam-me às vezes diários e agendas escolares nas quais eu adorava começar a escrever e, claros, os livros! Era o mês de ir à papelaria buscar os livros novos! 

Agora vêm pelo correio, encomendados pela internet e os manuais muitas vezes que se vão buscar à escola, não cheiram a novo. Se por um lado (e a minha carteira agradece MUITO por isso) nos tiraram as despesas abismais de comprar manuais escolares todos os anos, acho que o meu filho nunca vai saber o que era desembrulhar uma pilha de manuais. Depois recordo a parte horrível da coisa, que era a minha mãe a tentar plastificá-los e aquilo a ficar cheio de bolhas. Às escondidas, eu lia os contos do manual de português e, às vezes, terinava a caligrafia com cópias daqueles que mais me agradavam. Havia tempo para isso, hoje as prioridades são outras e os miúdos não vão perder tempo a ler aquilo que depois terão de dar na escola.

Agora setembro é também o mês do aniversário do meu filho, de lhe comprar os materiais e preparar o início do novo ano letivo. Eu vibro muito mais do que ele, apaixonada pelos dossiers, cadernos e canetas e ele diz-me "quero um dossier liso, vermelho". O quê? Nestas alturas gostava de ter tido uma menina pirosa para lhe comprar cadernos e canetas cheias de cores pirosas! Bem, no fundo, não. Gosto da praticidade dele! E da segurança com que me diz "querias estar a gastar dinheiro em autocolantes e canetas com unicórnios?" Não, também acho que não era preciso tanto, mas já agora ainda tenho de ir comprar a minha agenda para este ano. Já escolhi, vai ser uma daquelas com frases e autocolantes super giros (e pirosos) que vende no Lidl. Pronto. O meu lado feminino tem de ser cultivado e mimado, certo?