Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caderno Diário

Caderno Diário

12
Abr19

"Pensamentos de Paulo Coelho"

Elsa Filipe

Este blog é um pouco sobre mim e sobre os meus gostos e um deles é a leitura. 

Uma das coisas que fiz em ioutros blogs foi tentar registar a minha opinião sobre os livros que ia lendo e por isso fiquei com muito material por publicar. Como acho que todos os livros são importantes testemunhos deixados pelos seus autores, achei que faria sentido falar sobre alguns livros que a mim me trouxeram emoções fortes, fossem alegrias, raiva ou tristeza, nas páginas de um livro descarrego também eu as minhas emoções.

Hoje deixo-vos aqui uma dos livros que foi importante durante o meu ano de 2012. Este e outro foram nesse ano a minha companhia em muitas horas de vigilância.

 

Pensamentos de Paulo Coelho
 
Uma coletânea de pensamentos do autor, condensados por Maria Nalú e editado em 2006, que engloba frases de livros como "Brida", "O Diário de Um Mago", "O Monte Cinco", "Na Margem do Rio Piedra Eu Sentei e Chorei", "As Valquírias" ou "O alquimista". Aqui fica um desses pensamentos:
 
Amor:
 
"Ninguém pode possuir um nascer do Sol. Ninguém pode possuir uma tarde com a chuva batendo na vidraça, ou a serenidade que uma criança dormindo espalha ao seu redor, ou o momento mágico das ondas quebrando nas rochas. Ninguém pode possuir o que existe de mais belo na Terra - mas podemos conhecer e amar."(Paulo Coelho)
06
Abr19

"Só ao Bispo me confesso"

Elsa Filipe

Este foi um o primeiro romance que li de Margarida Pedrosa. Nele, a autora retrata os amores, paixões e a miséria da corte portuguesa (e espanhola) dos reinados de D. João II e de D. Manuel vivenciados por Inês de Toledo.


Terminei agora esta leitura que tem andado adormecida por entre outras. Mastigada até. Já tinha lido este romance em Abril de 2008, mas já não me recordava de muitas partes.

Uma história passada entre Espanha e Portugal de outros tempos, numa época em que se caçavam bruxas e em que a medicina dava os seus primeiros passos, uma mulher lutou no meio de um mundo de homens, para salvar a sua própria vida, deixando para trás até o seu próprio orgulho. 

"Évora, nunca vi uma terra de gente tão cruel. Só conseguem guardar o que de mau acontece, o que de bom se faz rapidamente é esquecido e tudo é usado para nos incriminar. Para matar todos se juntam, para louvar não há quem se lembre..."

Uma história de amor, reprimida ao longo dos anos e que no momento imediatamente antes da sua execução em praça pública, lhe surge diante, como uma réstia ínfima de esperança.

"Eu sabia que os caminhos do mundo eram longos e as estradas da vida curtas, mas para quem ama vale a pena esperar. Nem que por escassos momentos eu o pudesse voltar a ver teria valido a pena… Por isso, nunca desisti e em muitos olhares procurei o de Miguel. Ele um dia haveria de aparecer…"

Um livro que aconselho aos amantes de boa literatura e de grandes romances. 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub