Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caderno Diário

Caderno Diário

18
Jan19

"Três semana com o meu irmão"

Elsa Filipe

Já li muitos romances de Nicholas Sparks, mas este, escrito com o seu irmão, não me tinha ainda chamado a atenção. Engano meu, pensar que por ser diferente, poderia ser menos bom, ou agradar-me menos que a sua restante obra. Neste livro, Nicholas Sparks fala sobre si mesmo, sobre a sua infância e fala-nos daquilo que foi a sua vida e a da sua família e o que o levou a seguir a carreira de escritor.

Adorei a forma como Nicholas fez a descrição da sua vida, da sua infância e da verdade das suas palavras que, como habitualmente, nos emocionam. Um livro que merece ser além de lido saboreado.

Este é o resumo do livro:

“Na Primavera de 2002, uma pequena brochura perdida num monte de junk mail veio introduzir uma nota de desafio e de aventura na vida de Nicholas Sparks e do seu irmão, Micah. O convite era, no mínimo, irresistível – uma viagem de três semanas à volta do globo que os levaria a conhecer as «Terras dos Adoradores do Céu». Teria início no Hemisfério Sul e terminaria no Círculo Polar Árctico. Inspirados pela profunda amizade que os une, os dois irmãos concedem a si próprios um tempo de evasão e de descoberta que terá por cenário o exotismo e o mistério de alguns locais mais sagrados e míticos do mundo. Mas este será, sobretudo, um tempo de reencontro e de reconciliação com um passado partilhado que cedo lhes deu a conhecer o tumulto emocional de uma vida familiar simultaneamente feliz e trágica. Ao público é oferecida a rara oportunidade de se sentir mais próximo do autor e de compreender algumas das motivações subjacentes à sua escrita. Livro de memórias e relato de viagem, Três Semanas com o Meu Irmão é, antes de mais, uma peregrinação interior que celebra o amor, a coragem e a fé, e nos exulta a abraçar a Vida com todas as suas incertezas.”

Convido-vos a ler e a desfrutar desta viagem. Uma viagem ao passado, mas também uma passagem pelos lugares mais estranhos do mundo, numa fascinante descrição. Um livro que fala de família, de amor.

16
Jan19

"Jerusalém"

Elsa Filipe

Fui à biblioteca - algo que gosto muito de fazer - e escolhi "Jerusalém" por nenhum motivo em especial. Porque me calhou passar a mão pelo livro e me chamou a atenção a lombada negra. Porque agarrei e vi que tinha recebido um prémio de José Saramago em 2005 e o Prémio Ler/Millenium BCP. Da coleção "O reino" da editora Caminho, "Jerusalém" é um dos "livros negros" de Gonçalo M. Tavares.

Em cada capítulo, Gonçalo Tavares vai-nos apresentando as personagens e pela ordem em que vai contando cada episódio se vai entrelaçando a teia e ficamos a perceber o que aconteceu naquela noite/madrugada e o porquê daqueles acontecimentos. "Ernst e Mylia", "Theodor", "Hanna, Theodor, Mylia".

Mylia tem esquizofrenia. Tem um filho. Theodor é marido de Mylia. É médico. Não é o pai do filho de Mylia. Mylia não está com o filho... já vos parece interessar a história? Os "loucos" que estão com Mylia no Hospital psiquiátrico, são muitos, com um curto papel, mas com a sua importância na trama.

Gostei da história, que é de leitura rápida, mas deveras envolvente e interessante. Gonçalo tem uma forma de escrever umas vezes subtil, outras extremamente direta, como se ler nos pusesse na frente dos acontecimentos, naquele lugar que nos custa a perceber qual é - e que também não importa, é a descrição dos acontecimentos que tem relevância e não a sua posição geográfica - nem o tempo em que ocorreram.

10
Jan19

"O paciente"

Elsa Filipe

"O Paciente" foi o último livro que li. O autor, Michael Palmer, conta-nos a história da Dra. Jessie Copeland, uma respeitada neurocirurgiã do Centro Médico Eastern Massachusetts, que passa os dias travando batalhas de vida e morte no centro cirúrgico. O seu mais recente trabalho, gira à volta de ARTIE, um mínúsculo robot que promete revolucionar a neurocirurgia, diminuido os riscos e as lesões causadas pela cirurgia convencional.

O ARTIE consegue extrair tumores inoperáveis, o que o torna numa empolgante fusão de biomecânica e radiologia. Mas pode ser que se passem meses até que ARTIE esteja pronto para ser usado em seres humanos. O trabalho e a dedicação da Dra. Jessie atraem a atenção de Claude Malloche, um terrorista disposto a tudo, perseguido pelo agente secreto Alex Bishop. Malloche portador de um tumor no cérebro, que pode ser fatal e fará de tudo para se salvar.

Ainda que a cirurgia envolva sérios riscos e não ofereça garantias, é exatamente isso que Malloche exige, fazendo com que a Dra. Jessie se defronte com o caso mais angustiante de sua vida, em uma história repleta de perigo, tensão e violência.

Ao longo do livro, Michael Palmer consegue unir num só romance o seu talento, uma narrativa deveras brilhante e repleta de conhecimento e uma empolgante história de ficção.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub